Blog do Cereja


Quinta-feira, 15 de Novembro de 2018 Rss
24 ago

Sai a nova edição de Português: linguagens para o ensino fundamental (6º ao 9º anos)

Sai a nova edição de Português: linguagens para o ensino fundamental (6º ao 9º anos)

 

Prezados professores:

É com muita alegria que informo o lançamento da nova edição (a 9ª) da coleção Português: linguagens, voltada aos anos finais do ensino fundamental. A obra, que começou a ser reformulada no início de 2017, sofreu uma renovação profunda, com novos temas de unidade, novos textos, novas seções, novos gêneros e uma proposta renovada de ensino de gramática. Vamos comentar um pouco sobre essas mudanças, nesta e na próxima postagem.

 
Capa ok

Autoria

A coleção passa a contar agora com a coautoria de Carolina Dias Vianna, uma jovem professora e doutora em Linguística Aplicada (Unicamp-SP), que, além de atualidade teórica, trouxe à coleção propostas inovadoras em relação ao trabalho com a linguagem em geral.

 

A Base Nacional Comum Curricular

Quando iniciamos o trabalho de reformulação da coleção, em janeiro de 2017, acompanhávamos as discussões em torno da BNCC e ainda tínhamos como referência a 2ª versão da Base Nacional; em abril, conhecemos a 3ª versão, e apenas em dezembro a versão final foi publicada. Tantas mudanças alteraram o ritmo do nosso trabalho, pois nos obrigaram a rever o plano da obra mais de uma vez. Entretanto, elas não comprometeram o conjunto. Isso porque muitas das novas propostas contidas na Base, talvez as mais desafiantes, coincidiam com as nossas próprias alterações, uma vez que, assim como a BNCC, também nos pautamos pelas pesquisas mais recentes dos Estudos da Linguagem em relação ao ensino de Língua Portuguesa. Assim, com a publicação da versão final, fizemos algumas alterações tópicas, mudamos alguns conteúdos de um ano para outro, incluímos alguns gêneros, etc., de modo que a versão final da Base, com seus objetos de ensino, competências e habilidades está plenamente contemplada nesta nova edição.

 

Temas de unidade

Em edições anteriores, os temas de unidade eram respaldados basicamente pelos textos de abertura de cada capítulo. Nesta edição, promovemos um verdadeiro mergulho no tema, explorando-o de diferentes ângulos e em diferentes seções ao longo dos capítulos. Além dos textos de abertura, o tema também é explorado na leitura de infográficos, nos estudos gramaticais e na parte de produção de texto. Com isso, repertoriamos melhor o aluno sobre os grandes temas trabalhados — meio ambiente, cidadania, adolescência, internet, etc. —, auxiliando-o a desenvolver opiniões e argumentos próprios e uma visão crítica sobre assuntos de relevância no mundo atual.

 

Integração entre os eixos de ensino

Esta edição apresenta uma novidade importante, que é a busca por uma integração maior entre os quatro eixos de ensino: leitura, oralidade, estudos gramaticais e produção de texto. Os eixos “conversam” naturalmente entre si, de modo que atividades de escuta e fala estão integradas à leitura; textos explorados na parte de leitura são retomados na parte de estudos gramaticais; recursos linguísticos são retomados na parte de produção textual, e assim por diante. Sem artificialismos, os estudos de texto e de linguagem se integram e se aplicam à produção de textos.

 

Novas seções

A nova edição apresenta duas seções inteiramente novas.

De olho na tabela/no gráfico/no infográfico destina-se a trabalhar de forma regular e sistematizada com textos não lineares, que apresentam informações organizadas em tabelas, gráficos e infográficos. Essa seção também está integrada ao tema da unidade e aprofunda as informações trabalhadas na parte de leitura e interpretação de textos.

De olho na oralidade é também uma nova seção da coleção que, em todos os capítulos e em diferentes seções, se volta a atividades sistematizadas com a língua oral, seja do ponto de vista da escuta, seja da fala. São atividades como escuta de conto, roda de conversa, roda de discussão, debate, leitura expressiva, declamação, jogral, vlog, etc.


P
roposta renovada de ensino de gramática

A coleção Português: linguagens, desde sua primeira edição, cumpriu um papel importante no processo de renovação do trabalho com a gramática nas escolas. Aproximando as pesquisas linguísticas e discursivas dos conteúdos clássicos da gramática normativa, a obra apontou caminhos inovadores para o trabalho com a gramática do ponto de vista textual e discursivo, como se notava claramente nas seções Gramática na construção do texto e Semântica e discurso.

Nesta edição, os autores ampliam e aprofundam essas experiências, procurando dar a toda a obra, e não apenas a algumas seções, uma abordagem de análise linguística, que, tanto em atividades de leitura, quanto em atividades de produção textual, leve em conta os elementos essenciais da enunciação e os diferentes recursos disponíveis na língua para construir sentidos. São também explorados elementos da textualidade, como estratégias de modalização e argumentatividade, estratégias de generalização e impessoalização, resumo e técnicas de sumarização, etc.

 

Temas e textos da atualidade

O esforço de atualização da obra também recai sobre a escolha dos temas e textos que sustentam a coleção. Entre eles, estão: a presença de microplásticos na água, no ar e nos alimentos; o preconceito (o negro, o índio, o deficiente, o idoso); o preconceito linguístico; o universo da Internet, tratado no 7º e no 9º ano (os riscos da Internet, os games, a tecnologia como vício, as redes sociais, a identidade na rede); o cyberbullying; o humor; os limites do “politicamente incorreto”; consumismo e autoestima; as fakenews e a pós-verdade; os movimentos migratórios/ imigratórios no Brasil e no mundo; o multiculturalismo. Textos de diversos órgãos da imprensa brasileira, artigos de opinião, reportagens, cartuns, opiniões de especialistas, etc. compõem o rico painel que sustenta esse trabalho.

 

Textos de autores clássicos e contemporâneos

A nova edição reúne textos de renomados autores, considerados clássicos da literatura brasileira e da literatura universal, como Carlos Drummond de Andrade, Vinícius de Morais, Fernando Pessoa, Clarice Lispector, Edgar Allan Poe e Franz Kafka, entre outros, ao lado de autores contemporâneos, como Antonio Prata, Marcelino Freire, Giovani Martins, Luis Fernando Verissimo, Walcyr Carrasco, Os Tribalistas, entre outros.

No campo das artes visuais, a seção De olho na imagem apresenta, entre outras, a leitura de um mural do grafiteiro brasileiro Kobra, de uma pintura de Veermer, de ilustrações do polonês Kuczynski e da coreana Puuung, de cartuns de Quino e de cartunistas brasileiros premiados, além de fotos de renomados fotógrafos nacionais e estrangeiros.

 

A produção de textos e os desafios para os tempos de hoje

Confirmando a tradição da obra de trabalhar a produção textual a partir dos gêneros do discurso, esta edição inclui, pela primeira vez, um trabalho sistematizado com gêneros que já fazem parte do dia a dia dos estudantes. São podcasts, vlogs, fanclipes, fotorreportagens e comentários de Internet, entre outros, que conferem atualidade e leveza ao trabalho e envolvem os alunos para o desenvolvimento de projetos, engajando-os em atividades como produzir vídeos para publicar no YouTube, criar um ambiente digital para publicar poemas concretos, produzir vídeos a partir de contos narrados oralmente, etc.

Com a nova edição de Português: linguagens, acreditamos poder contribuir de forma significativa para o trabalho dos professores de Língua Portuguesa, oferecendo-lhes um material não apenas em total sintonia com a Base Nacional Comum Curricular, mas também alinhado às necessidades e aos interesses dos estudantes do nosso tempo!

Peça a nova edição ao nosso representante em sua cidade. Ela também pode ser visualizada digitalmente por meio do acesso à plataforma Plurall.

Deixe o seu comentário

Seu email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *