Blog do Cereja


Wednesday, 20 de October de 2021 Rss
22 Aug

A obra Interpretação de textos (Ensino Médio) é reformulada, com novidades

A obra Interpretação de textos (Ensino Médio) é reformulada, com novidades

É com muita alegria que informo aos professores que acaba de sair a nova edição da obra Interpretação de textos — Desenvolvendo a competência leitora, volume único, voltada para o ensino médio.

A obra ITP é reformulada com novidades

Essa obra, escrita em parceria com Ciley Cleto, faz parte de um projeto vertical de ensino de leitura que começa no 1º ano do fundamental I e vai até o final do ensino médio. São 10 volumes ao todo: 5 no fundamental I, 4 no fundamental II e um volume único para o ensino médio.

Em todos os volumes seguimos uma mesma metodologia e o foco central é o desenvolvimento da competência leitora do estudante a partir de habilidades de leitura. Tomamos como referência documentos oficiais como a Provinha Brasil, a Prova Brasil e a Matriz de Referências do Enem.

Na nova edição da obra do ensino médio, foi atualizado e substituído um grande número de textos verbais e não verbais. Além disso, cerca de 50% de questões originais (criadas pelos autores), que exploram as habilidades avaliadas pelo Enem, foram substituídas por novas questões. Ao final de cada capítulo, há questões do Enem e dos vestibulares de exames passados, que foram substituídas na totalidade por questões de exames recentes.  

A grande novidade desta edição é a inclusão de uma unidade inteiramente nova. O título dela é “A leitura e a produção de textos no Enem e nos vestibulares”. A estrutura agora é a seguinte:

• Unidade 1 – Leitura e interpretação de textos – conceitos básicos
• Unidade 2 – Competências e habilidades gerais
• Unidade 3 – Leitura nas provas do Enem e dos vestibulares
• Unidade 4 – A leitura e a produção de textos no Enem e nos vestibulares

Pode parecer estranho num livro de interpretação de textos, pois a unidade 4 é inteiramente voltada para a leitura e a escrita. Contudo, entendemos que, em alguns exames, é importante não apenas saber responder ao que se pede, mas também saber como responder às questões. Além disso, nas provas de redação do Enem, o estudante precisa primeiramente ler e interpretar um painel de textos para, a partir dele, produzir seu próprio texto.

Por essa razão, essa nova unidade apresenta 5 novos capítulos: o primeiro deles tem por objetivo auxiliar o estudante a responder adequadamente a questões dissertativas dos vestibulares; e os quatro seguintes se voltam ao trabalho com o texto dissertativo-argumentativo, solicitado tanto no Enem quanto nos vestibulares. Partindo sempre da análise de redações nota 10 do Enem, esses capítulos mostram qual é a natureza do texto dissertativo-argumentativo, seus objetivos, sua estrutura, sua linguagem, etc. e aprofundam, passo a passo, as múltiplas possibilidades de desenvolvimento desse tipo de texto, tanto na introdução e na formulação da tese, quanto no desenvolvimento de argumentos, quanto ainda na conclusão.

A obra está organizada em 32 capítulos e pode ser trabalhada ao longo do ensino médio com diferentes cargas horárias:

• em 1 ano: com duas aulas semanais; 
• 
em dois anos: com uma aula semanal; 
• em três anos: com uma aula quinzenal.

Respeitada essa carga horária, ela pode ser adotada com qualquer outra obra ou sistema de ensino, sem apresentar incompatibilidades.

A nova edição apresenta ainda cerca de 200 questões originais, do tipo das questões do Enem, mais 300 questões de exames recentes do Enem e dos vestibulares e mais cerca de 20 páginas com propostas originais de redação.

Esperamos que a nova edição do Interpretação atenda cada vez mais e melhor às necessidades de professores e auxilie os estudantes a atravessar com tranquilidade esse momento delicado e importante de suas vidas, que é o ingresso na universidade. 

Deixe o seu comentário

Seu email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *