Blog do Cereja


Sunday, 9 de May de 2021 Rss
23 Mar

Alunos discutem o material didático

Alunos discutem o material didático

Às vezes, nos surpreendemos com cartas e outros tipos de mensagem que chegam dos alunos. Eles também gostam de opinar sobre o material didático, seja para elogiar, seja para criticar, seja para dar sugestões. E suas sugestões geralmente são muito úteis, pois expressam a percepção do principal ator no processo educacional.

É o que ocorreu em minha visita a Maringá: recebi várias cartas dos alunos do Colégio Regina Mundi, como estas:
 

Carta aluno carta aluno 2

 Respondi  às cartas em conjunto:

Prezados alunos do Colégio Regina Mundi: Fernanda, Gabriele, Heron, João Vitor, Luiz Carlos, Pedro, Pedro S. Pedro G, Nicolas, Ana Paula, Beatriz Benedette, Felipe, Júlia, Rafael, Rodrigo, João, Beatriz, Matheus, Daniele, Maria Eduarda, Júlia (4º D), Fernanda, Hector, Jaques, Ana Júlia, Caroline, Fábio e Lucas.

Quando estive em Maringá, recentemente, recebi as cartas que me enviaram por meio das professoras Juliana e Cristiane. Li todas elas com carinho e tenho alguns pontos a comentar.

Primeiramente, gostaria de agradecer a iniciativa de vocês e cumprimentá-los porque estão dominando bem o gênero carta.

Em segundo lugar, quero informar que a obra Português: linguagens que vocês utilizam foi totalmente reformulada e muitos dos problemas que vocês apontaram, como falta de maior espaço para escrever e a inadequação de algumas ilustrações, já não existem na nova edição.

O novo projeto gráfico da obra procurou deixá-la mais atraente, com mais imagens e com temas muito interessantes. Tenho certeza de que vocês vão gostar bastante.

Em relação ao enunciado das questões, procuramos escrever sempre com bastante clareza. Às vezes, a questão é mais complexa, mais abstrata e exige maior reflexão por parte do aluno, mas vocês devem ter paciência e procurar compreender o que se pede. Se vocês responderem apenas a questões simples e óbvias no texto, não conseguirão desenvolver habilidades de leitura superiores. Por isso, troquem ideias entre si, discutam com o professor o enunciado da questão, até terem clareza do que deve ser feito.

Quanto ao vocabulário, procuramos usar uma linguagem compatível com o ano que está sendo cursado pelos alunos. Se vocês não souberem o significado de uma ou outra palavra, usem o dicionário. É uma boa oportunidade para conhecer a palavra num contexto real e para ampliar o vocabulário.

Se encontrarem outros problemas na nova edição, suas críticas e sugestões serão muito bem-vindas.

Obrigado a vocês e às professoras e um grande abraço a todos.

 

                                               Prof. William Cereja

Deixe o seu comentário

Seu email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *